O uso das redes sociais no ambiente de trabalho ainda causa insegurança jurídica

27 . março . 2014

Tema será abordado em palestra de sócia de Lobo & de Rizzo Advogados Andrea Massei, em Londres

Em um mundo onde as pessoas estão cada vez mais conectadas às redes sociais, por meio de seus computadores, tablets e celulares, as empresas tornam-se mais vulneráveis e muitas vezes se veem expostas diante de seus clientes e fornecedores com a divulgação de assuntos confidenciais e estratégicos que podem partir até mesmo de seu público interno.

Este cenário pode causar insegurança jurídica no meio empresarial, que também se preocupa com outra prática que já faz parte do cotidiano corporativo: o uso das redes sociais no ambiente de trabalho.

Estas questões, que estão presentes nas consultas diárias feitas pelas empresas à sócia da área Trabalhista de Lobo & de Rizzo Advogados, Andrea Giamondo Massei Rossi, serão abordadas na palestra “Rede social no ambiente de trabalho”, que a advogada ministrará no Seminário de Mídia Social, que acontecerá dentro da programação da Associação Internacional de Jovens Advogados (AIJA), de 3  a  5 de abril, em Londres.

O Seminário de Mídia Social discutirá as últimas tendências sobre o tema, com foco no Direito Internacional, e tratará sobre a responsabilidade do empregador, políticas de mídia social, dados de proteção, liberdade de expressão e difamação, e em qual medida as informações constantes em redes sociais dos empregados poderá embasar a tomada de decisões por parte do empregador para fins de aplicação de medidas disciplinares. Na programação também estão incluídas questões de privacidade, propriedade intelectual e como os advogados podem usar as ferramentas das mídias sociais para o desenvolvimento de sua prática.

A AIJA é uma associação mundial que existe há 45 anos para promover a cooperação profissional, capacitação e integração de jovens advogados.